1 de julho de 2013

Surpreendente tudo o que esse Infeliciano diz.

'Se eu fosse gay, diria que sou vítima de homofobia', diz Marco Feliciano'

Alvo das manifestações populares em todo o Brasil, o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados , pastor Marco Feliciano (PSC-SP), diz que os protestos contra o seu nome não representam a vontade do povo brasileiro, mas apenas de uma minoria. Defensor da chamada “cura gay”, Feliciano diz que não se arrepender da iniciativa da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de aprovar o projeto que permite que psicólogos ofereçam tratamento para a orientação sexual.

Para ler a Matéria completa entrar no site IGAY (clique aqui)
Reações:
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário