10 de novembro de 2010

Estudo aponta que gays têm críticas a lugares que se denominam “gay friendly”

Um estudo feito com 30 mil LGBTs de vários países apontou que nem todos estão satisfeitos com o rótulo de “gay friendly” adotado por alguns estabelecimentos. A pesquisa destaca que as empresas estão ávidas pelo consumidor gay, mas ainda não cumprem o que prometem.
Um exemplo disso é a rede hoteleira que precisa treinar melhor os funcionários para cumprir as promessas feitas ao segmento LGBT. Uma estadia pode ser arruinada se um casal de lésbicas não se sente confortável no momento do check-in ou por dois gays quando requisitarem o serviço de quarto na suíte durante uma lua-de-mel.

Leia essa e outras matérias em: CENA G
Reações:
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário