23 de maio de 2011

Empresa promove orgia para os funcionários

Vinte prostitutas foram contratadas para a festa, que teve cem convidados.
O jornal alemão Handelsblatt, especializado em economia, afirma que as garotas de programa usaram pulseiras coloridas que seriam como código para indicar a sua disponibilidade.
As mulheres, segundo a publicação, tinham seus braços carimbados depois de cada atendimento. Um convidado anônimo disse ao Handelsblatt que os participantes podiam levar as prostitutas para camas no spa e “fazer o que quisessem”.

Leia matéria completa em: OGRO GRENGA
Reações:
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário