10 de outubro de 2011

‘Não sou homofóbico’, diz estudante suspeito de bater em casal gay em SP

Universitário diz ao G1 que só descobriu que vítimas eram gays pela TV.
Um dos gays que apanhou fará reconhecimento dos agressores por foto.
“Não sou homofóbico, tenho amigos homossexuais”, disse nesta segunda-feira (10) um dos dois suspeitos de agredir um casal homossexual na madrugada de sábado (1º), na região da Avenida Paulista, em São Paulo, após saírem de uma casa noturna onde haviam discutido. O estudante de 25 anos, investigado pela Polícia Civil pelo envolvimento no suposto ataque homofóbico aos gays, aceitou falar com o G1 sob a condição de que seu nome não fosse divulgado.
Segundo a polícia, a briga entre os estudantes e o casal gay ocorreu na madrugada do dia 1º, na esquina das ruas Bela Cintra e Fernando de Albuquerque após todos os envolvidos deixarem o Sonique Bar. Antes, os suspeitos tentaram paquerar duas amigas do casal gay, mas não foram correspondidos. Ao deixarem o local, as vítimas teriam dito que foram ofendidas pelos estudantes por palavras homofóbicas.

Leia matéria completa em: G1
Reações:
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário